Mudança do Blog

Olá pessoal! Depois de pensarmos um pouco, resolvemos mudar o nome do nosso blog, apesar da mudança nem ter sido tão grande assim. Agora, de Papo de Otaku, somos o Conversa de Otaku.

O maior motivo dessa mudança foi o fato de que encontramos sites e até um vlog com o mesmo nome. Até onde sabemos, fomos o primeiro a utilizá-lo, até porque chegaram a pedir para que transferíssemos o nome do blog para outros que queriam utilizá-lo (o pedido foi feito porque na época não estávamos utilizando o blog ativamente). Não queremos ser confundidos com outros, portanto achamos melhor mudar.

O Papo de Otaku surgiu em meados do ano passado, com uma ideia do @EricKurosaki, que convidou o @leohamasaki para fazerem um blog sobre os assuntos relacionados ao mundo dos animes e mangás. Desde quando começamos, escrevemos matérias de vários animes, trazendo tanto resenhas das obras em geral quanto primeiras impressões, além de alguns posts sobre alguns aspectos particulares das obras.

Esperamos que vocês continuem nos acompanhando nesse nosso novo lar, afinal a nossa intenção é somente melhorar e crescer.

A url nova do blog é http://conversadeotaku.wordpress.com.

Publicado em Papo de Otaku | Deixe um comentário

Mudamos!

Agora estamos no endereço http://conversadeotaku.wordpress.com , encontre a gente por lá!

| Deixe um comentário

Diário Suite PreCure♪ – Episódio 34

Resolvi iniciar uma sessão nova no blog para discutir semanalmente os episódios de Suite PreCure. Dos animes que estão em andamento, PreCure é definitivamente meu favorito, e falar sobre ele é sempre um prazer. Sei que a série já passou da metade e vai caminhando para seu arco final, mas como ainda tem bastante coisa pela frente, há muito o que discutir. Então, vamos lá!

O episódio 34 se inicia com a misteriosa Cure Muse refletindo, enquanto Dodori tenta animá-la, sem sucesso. Ao mesmo tempo, Mephisto, o vilão da série, desiste de esperar que seus subordinados consigam vencer as PreCures e resolve vir ele mesmo para a Terra e conseguir detê-las para completar a Melodia da Tristeza. É engraçado pois em grande parte  dos mahou shoujos, as coisas só ficam sérias quando os verdadeiros vilões resolvem dar as caras, e é exatamente o que aconteceu aqui.

No dia seguinte, Hibiki, Kanade e Ellen se questionam sobre as atitudes da Muse, tentando entender o que de fato ela quer proteger e os motivos dela lutar. Depois de alguns diálogos e de conversar também com a Crescendo Tone, elas percebem que futuramente entenderão os sentimentos da Muse, além de terem notado que ela tem um coração bondoso. Ao mesmo tempo, temos uma cena curiosa com a Ako: ela encontra um gatinho preso em uma árvore e o tira de lá, extremamente feliz de poder ajudá-lo; essa construção vai totalmente contra a personalidade já construída da Ako até aqui, que foi de uma garota séria, independente e aparentemente indiferente de tudo que acontece em sua volta. Na verdade esse lado bondoso da Ako ainda não tinha aparecido, e mostrá-lo justamente agora vem bem a calhar e fortalece ainda mais os rumores de que ela é a Cure Muse.

Mephisto, já no mundo humano, usa um Negatone para trazer tristeza às pessoas e assim atrair as garotas para onde ele estava. Quando elas chegam, há o confronto de sempre, mas dessa vez com um Negatone mais forte que o normal, por ser composto por três notas. Elas, em um primeiro momento, não conseguem vencê-lo, mas logo Cure Muse chega para defendê-las e ajudá-las. Ao perceber o esforço de Muse para lutar, as três Cures acabam se levantando para também defendê-la, fazendo o Harmony Power aumentar, deixando-as mais fortes, fazendo com que elas consigam derrotar o Negatone. Depois de derrotá-lo, as garotas vão para atacar Mephisto, mas… Cure Muse acaba entrando na frente para defendê-lo! Por causa disso, as Cures não o atacam, e ele aproveita o momento para roubar todas as notas que elas tinham coletado até então…

Ao que tudo indica, o arco da Cure Muse está quase chegando ao fim. Quais foram os motivos para ela defender Mephisto? O que faz com que ela não converse? Qual o motivo para ela não mostrar sua verdadeira identidade? O que de fato ela quer defender? Talvez isso tudo seja explicado no próximo episódio (apesar de já sabermos que esse tema será explorado no filme da série, que estreia no final de outubro), além da chegada de Aphrodite no mundo humano também.

O episódio 34 podia, na minha opinião, ter tido uma luta mais intensa (o episódio 33, que não foi tão importante assim para a trama, conseguiu trazer um combate mais interessante), mas conseguiu desenvolver uma personagem, sendo capaz de mostrar toda a confusão que ela sente, mesmo com a personagem não ser capaz de falar. Ainda mantenho a minha posição de que ela não fala para que sua dubladora não seja revelada, revelando junto com isso sua identidade, mas isso acabou criando um ponto bem legal para a trama. Quem acompanha as notícias sobre a série já conhece a identidade dela, porém o mistério maior não é esse, mas sim o simples fato e motivo de sua existência.

Publicado em Anime, Papo de Otaku | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ben-To

Todos que acompanham animes sabem que o Japão é uma terra muito criativa. Há inúmeras séries que usam de temas extremamente inesperados e surpreendentes para desenvolver suas histórias, que por mais simples que sejam, só por terem uma premissa tão diferente já valem a pena. Ben-to, uma produção do estúdio AT-X, parece, pelo menos por esse primeiro episódio, ser um desses casos.

Satou You é um garoto que se transferiu para uma nova escola, que tem seu próprio dormitório, que não oferece refeições para os alunos, apenas café da manhã. Isso faz com que eles devam preparar sua própria comida, mas como ele não sabe cozinhar, acaba tendo que ir ao supermercado comprar bentô para o jantar. E bentô é o grande pano de fundo dessa obra. Para quem não conhece, é uma espécie de marmita japonesa para uma pessoa, preparada em uma bandeja que contém repartições, sendo que há diversos tipos de alimento que podem ser colocados; são normalmente preparados em casa, mas são também vendidos em lojas de conveniência e supermercado; são normalmente colocados nas prateleiras para o almoço, sendo que quando chega ao final do dia, eles recebem desconto pois já não são mais frescos.

O protagonista, por não saber cozinhar, acaba indo a um supermercado. E é aí que se inicia a história. A narrativa do primeiro episódio foi rápida e intrigante, deixando muita coisa na expectativa e sem explicação em um primeiro momento, mas revelando tudo até o final do episódio. A trama basicamente é sobre os bentôs: quando eles são colocados em promoção, sendo vendidos pela metade do preço, há uma leva de pessoas querendo comprá-los, e isso faz com que elas lutem por eles. Isso acabou criando uma cultura da luta naquele supermercado, fazendo com que os consumidores já esperarem pelo momento do desconto, todos se preparando para lutar. Satou acaba sendo então obrigado a treinar para começar a participar dessas lutas pelos bentôs.

Não é necessário descrever como é que o episódio se desenrola e como o protagonista descobre tais fatos, pois isso é feito de maneira bem peculiar. Além dele, há outros personagens que aparentam ser bem interessantes, como a chamada Rainha do Gelo, que já mostrou ser bastante importante, além da Hana, que acompanha o protagonista em suas idas ao supermercado, e Ume, a presidente do conselho estudantil. Há ainda outros que aparecem na abertura e parecem ser importantes, mas que não foram apresentados.

Além do enredo bastante diferenciado, a animação do anime é simples, mas ganha muito brilho nas cenas de ação. Como o foco parece ser bastante nas lutas, a série pode ser uma grande diversão nesse sentido. Há também bastante fanservice, mas nada muito exagerado; há um foco excessivo nas saias e nos seios das meninas, o que é bem comum em alguns animes de luta, mas nada tão exagerado quanto outros animes do gênero como Ikkitousen ou Queen’s Blade.

No geral, Ben-To não é uma obra revolucionária, mas consegue usar a criatividade de maneira a criar um ambiente totalmente nonsense, mas que se leva muito a sério. As personagens são motivadas pelas promoções e, para eles, as lutas são muito importantes. É um anime feito para divertir seus espectadores, sem se preocupar com profundidade ou uma história que irá mudar a história dos animes. E isso, pelo menos em seu primeiro episódio, ele fez muito bem.

Publicado em Anime, Papo de Otaku | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Chihayafuru – Primeiras impressões

Chihayafuru é um mangá josei da autora Yuki Suegutsu que começou a ser publicado em 2007, ainda em andamento. Ele conta a história de Chihaya Ayase, uma garota que adora um jogo chamado Karuta, que consiste basicamente em achar, em várias cartas com trechos de poemas, o trecho correspondente à continuação do poema que está em questão. Continuar lendo

Publicado em Anime | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Queen’s Blade – Gyokuza o Tsugu Mono

A segunda temporada de Queen’s Blade, que recebeu o nome de Gyokuza o Tsugu Mono, teve sua estreia em Setembro de 2009, finalizando com 12 episódios em Dezembro do mesmo ano. Depois da primeira temporada apresentar as personagens e servir como um guia para se conhecer a região de Gainos (leia uma review sobre ela aqui), a segunda temporada teve a missão de mostrar o Queen’s Blade de fato: o torneio em que será decidida a nova rainha da região.

Continuar lendo

Publicado em Anime, Papo de Otaku | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Perfil – Olivier Mira Armstrong

Olivier Mira Armstrong

Depois de ver Fullmetal Alchemist: Brotherhood, sem dúvidas uma obra gloriosa, resolvi escrever sobre algo relacionado a ele. Mas queria fazer algo diferente de uma resenha, então resolvi falar da personagem que mais me chamou a atenção, e sem dúvidas me marcou bastante. Continuar lendo

Publicado em Anime, Papo de Otaku | Deixe um comentário